Relatório de
sustentabilidade

2018

SOBRE O RELATÓRIO

GRI 102-1; 102-44; 102-45; 102-49; 102-50; 102-51; 102-52; 102-53; 102-54

Nas páginas a seguir, a Paranapanema S.A. apresenta os resultados de seus negócios no ano de 2018 (entre 1º de janeiro e 31 de dezembro). Relata, ao longo do documento, as ações que influenciaram seu desempenho nas esferas econômica, social e ambiental. Também traz informações sobre a estrutura corporativa e operacional, a estratégia de negócios perseguida, mercados atendidos e práticas de gestão e governança, entre outros assuntos.

A publicação de relatórios anuais, como este, é uma prática da Companhia, aprimorada ao longo do tempo. A versão aqui apresentada segue as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), instituição internacional que tem, como intuito, orientar empresas e governos em relação às melhores formas de comunicar os impactos que suas atividades provocam sobre questões críticas de sustentabilidade, como mudanças climáticas e direitos humanos. É o segundo ano que a Paranapanema utiliza a metodologia GRI na versão Standard, opção Essencial. As demonstrações contábeis (disponíveis aqui), por sua vez, seguem as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS) emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB) e são auditadas pela PwC Auditores Independentes.

Os tópicos de desempenho (ambientais, sociais e econômicos) reportados neste relatório se referem, respectivamente, aos resultados alcançados nas unidades operacionais da Companhia, localizadas nos Estados da Bahia, São Paulo e Espírito Santo. Este relatório também indica, em sua Matriz de Materialidade, como as ações e iniciativas desenvolvidas pela Paranapanema guardam relação e contribuem com as metas estabelecidas por movimentos globais que apoiam o desenvolvimento sustentável, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o Pacto Global, ambas iniciativas da Organização das Nações Unidas (ONU).

Dúvidas sobre as informações aqui apresentadas, assim como o encaminhamento de comentários, sugestões ou críticas podem ser feitos por meio do e-mail comunicacao@paranapanema.com.br.

Boa leitura!

MATRIZ DE MATERIALIDADE

GRI 102-48; 102-42; 102-43

Para reportar suas informações no formato GRI Standard, opção Essencial, a Paranapanema estabelece uma matriz com treze principais temas. Reúne os considerados materiais, importantes e de atenção para que seus negócios sejam conduzidos de forma sustentável:

TEMAS MATERIAIS: impactos, riscos e oportunidades têm, no cenário atual, altíssima relevância para a geração de valor da Companhia e alta influência na decisão dos stakeholders.

TEMAS IMPORTANTES: alta relevância para a geração de valor e alta/média influência na decisão dos stakeholders.

TEMAS DE ATENÇÃO: média/baixa relevância para a geração de valor e média/baixa influência na decisão dos stakeholders.

A definição desses temas teve apoio em Estudo de Materialidade realizado, por consultoria independente, com base em três ferramentas de engajamento: painéis com stakeholders, questionários on-line e entrevistas individuais, abordagens que buscam avaliar os impactos econômicos, sociais e ambientais sobre os públicos com os quais a Paranapanema se relaciona. Considerando as três frentes, 125 indivíduos puderam manifestar suas percepções de como afetam, ou podem ser afetados, pela atuação da Companhia. Também indicaram, na ocasião, os tópicos relacionados à sustentabilidade do negócio sobre os quais têm mais interesse.

As consultas ocorreram entre os dias 21 de janeiro e 18 de fevereiro de 2019 e abrangeu os seguintes públicos:

  • Painéis de stakeholders: 62 pessoas divididas em quatro painéis. Três exclusivamente para colaboradores (representantes das três unidades – BA, SP e ES) e um, em Dias d’Ávila (BA), aberto para a comunidade e representantes de órgãos públicos e da sociedade civil.
  • Questionários on-line: 51 respondentes, entre fornecedores, clientes, instituições financeiras, comunidades e imprensa.
  • Entrevistas: 12 abordagens individuais a sindicalistas, investidores e representantes das comunidades.

Indicadores GRI

GRI 102-55

A partir da Matriz de Materialidade, foram definidos os tópicos GRI que estão reportados neste relatório. O detalhamento dessas informações pode ser consultado no Sumário de Conteúdo GRI.

Materialidade e seus limites

GRI 102-40; 102-46; 102-47; 103-1

Sumário de Conteúdo GRI

GRI STANDARDSTÓPICO GRIDEFINIÇÃO
GRI 102 - DIVULGAÇÕES GERAIS 2016 102-14 Declaração do tomador de decisões mais graduado
102-1 Nome da organização
102-2 Atividades, marcas, produtos e serviços
102-3 Localização da sede da organização
102-4 Localização das operações
102-5 Natureza da propriedade e forma jurídica
102-6 Mercados atendidos
102-7 Porte da organização
102-8 Informações sobre empregados e outros trabalhadores
102-41 Acordos de negociação coletiva
102-9 Cadeia de fornecedores
102-10 Mudanças significativas na organização e na cadeia de fornecedores¹
102-11 Abordagem do princípio da precaução
102-12 Iniciativas externas¹
102-13 Participação em associações
102-45 Entidades incluídas nas demonstrações financeiras consolidadas
102-46 Definição do conteúdo do relatório limites
102-47 Lista de tópicos materiais
103-1 Explicação do tema material e seus limites
102-48 Reformulações de informações
102-49 Alterações no relatório
102-40 Lista de grupos de stakeholders
102-42 Identificação e seleção de stakeholders
102-43 Abordagem para engajamento de stakeholders
102-44 Principais tópicos e preocupações levantadas
102-50 Período coberto pelo relatório
102-51 Data do relatório mais recente
102-52 Ciclo de emissão
102-53 Ponto de contato para perguntas sobre o relatório
102-54 Opção de acordo do Padrão GRI
102-55 Sumário de conteúdo GRI
102-56 Verificação externa²
102-18 Estrutura de governança
102-16 Valores, princípios, padrões e normas de comportamento

¹ Não aplicável (N/A).
² Este relatório não foi submetido à auditoria de terceira parte.

TÓPICO MATERIALDIVULGAÇÃOTÓPICO GRIDEFINIÇÃO
INTEGRIDADE GRI 205: Combate à corrupção 2016 205-2 Comunicação e treinamento sobre políticas e procedimentos anticorrupção
205-3 Casos confirmados de corrupção e ações tomadas
GRI 307: Compliance Ambiental 2016 307-1 Não conformidade com leis e regulamentos ambientais
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
EQUILÍBRIO FINANCEIRO GRI 201: Desempenho Econômico 2016 201-1 Implicações financeiras e outros riscos e oportunidades causados por mudanças climáticas
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
CUIDADO COM O TIME GRI 401: Emprego 2016 401-1 Novas contratações de funcionários e rotatividade de funcionários
401-2 Benefícios oferecidos a funcionários em tempo integral que não são disponibilizados para empregados temporários ou de meio período
GRI 403: Saúde e Segurança do Trabalho 2016 403-1 Representação dos trabalhadores em comitês formais de saúde e segurança
403-2 Tipos de lesões e taxas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos, absenteísmo e número de fatalidades relacionadas ao trabalho
403-4 Tópicos de saúde e segurança cobertos por contratos formais com sindicatos
GRI 404: Treinamento e Educação 2016 404-1 Média de horas de treinamento por ano por funcionário
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
EMISSÕES E EFLUENTES GRI 305: Emissões 2016 305-1 Emissões Diretas (Escopo 1) de GEE
305-2 Energia indireta (Escopo 2) Emissões de GEE
GRI 306: Efluentes e resíduos 2016 306-1 Descarte de água por qualidade e destino
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
ENGAJAMENTO COMUNITÁRIO GRI 413: Comunidades locais 2016 413-1 Operações com engajamento da comunidade local, avaliações de impacto e programas de desenvolvimento
GRI 204: Práticas de Compras 2016 204-1 Proporção de gastos com fornecedores locais
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
RESÍDUOS GRI 306: Efluentes e resíduos 2016 306-2 Resíduos por tipo e método de descarte
GRI 301: Materiais 2016 301-1 Materiais usados por peso ou volume
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
ÁGUA GRI 303: Água 2016 303-1 Retirada de água por fonte
303-3 Água reciclada e reutilizada
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
SATISFAÇÃO DOS CLIENTES GRI 416: Saúde e Segurança do Cliente 2016 416-1 Avaliação dos impactos de categorias de produtos e serviços na saúde e segurança
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
EFICIÊNCIA OPERACIONAL GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
INFLUÊNCIA POSITIVA NA CADEIA DE VALOR GRI 308: Avaliação ambiental do fornecedor 2016 308-1 Novos fornecedores que foram selecionados sob critérios ambientais
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
ENERGIA GRI 302: Energia 2016 302-1 Consumo de energia dentro da organização
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
DIVERSIDADE GRI 405: Diversidade e igualdade de oportunidades 2016 405-1 Diversidade em órgãos de governança e colaboradores
GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão
INOVAÇÃO GRI 103: Forma de gestão 2016 103-1 Explicação do tema material e seus limites
103-2 A Forma de gestão 2016 e seus componentes
103-3 Evolução da forma de gestão